Nossas redes sociais

Mesmo homossexual, Freddie Mercury teve outra paixão feminina além de Mary

Pessoas

Mesmo homossexual, Freddie Mercury teve outra paixão feminina além de Mary

Freddie Mercury amou Mary Austin por toda a vida, mas ela não foi a única mulher na vida do artista.

Mesmo sendo gay, ele ainda tinha um relacionamento apaixonado e intenso com a escandalosa atriz Bárbara em meados da década de 1980, pouco antes de conhecer Jim Hutton. Os dois dividiam a cama, mas também alguns projetos. Freddie a trouxe para o vídeo de  “It‘s A Hard Life do Queen”.

O colega de banda de Freddie, Brian May, acha que esta é uma das composições mais bonitas de seu amigo. Há um momento em que o líder do Queen canta com o coração: “Dois amantes juntos, amemos e vivamos para sempre no coração um do outro.” No vídeo, ele olha para a mulher voluptuosa e charmosa que está inclinada sobre a varanda acima dele. Esta era Barbara Valentin, que compartilhou dois anos extraordinários com Freddie em Munique. Ela ficou perto dele até o fim e estava entre os poucos convidados de sua última festa de aniversário.

Naquela época, Freddie já morava em Munique. Ele descobriu a cidade alemã em 1979 quando a banda gravou o álbum The Game nos famosos estúdios Musicland.

Freddie estava tentando ter mais privacidade no Reino Unido enquanto começava a explorar sua sexualidade. Em Munique, porém, ele teve mais liberdade e outras oportunidades.

Desde 1983, a estrela fez de Munique sua casa e até comprou um apartamento com sua nova namorada, Barbara.

A loira era conhecida na Alemanha por seu temperamento selvagem. Freddie amava seu caráter ultrajante e seus amigos estavam convencidos de que ele havia encontrado sua parceira.

Eles tinham um relacionamento intenso e amoroso. Eu sei cem por cento que eles compartilharam a cama em muitas ocasiões “, diz seu amigo íntimo, Peter Freestone.

Outro amigo, a estrela do West End Peter Straker, acrescenta:

“Barbara era ultrajante. Ela era a Rainha da nudez. “

 
Ele gostava de estar com alguém que tinha uma reputação mais selvagem do que ele“, disse outra pessoa da comitiva do cantor.

Muitos anos depois, a filha de Barbara, Minki Reichardt, fez algumas declarações:

“Sei que eles estavam apaixonados. Minha mãe estava apaixonada por ele, porque ela disse isso. Acho que o relacionamento deles era muito próximo e intenso. Eles conversaram, gritaram, brigaram e depois voltaram a se abraçar. Ele sempre foi muito cheio de vida. Acho que Freddie foi o amor da vida dela. “

A amiga de Barbara, Elisabeth Volkmann, vai ainda mais longe:

“Freddie amava Barbara e ela o amava. Havia um grande amor entre eles. Se ele não fosse gay, talvez eles fossem casados. “

Enquanto isso Wayne Sleep pensava que Freddie estava dormindo com Barbara porque ele passava as noites com ela no apartamento da Stollberg Strasse. Peter Freestone permaneceu reservado sobre este assunto.

“Eu não estava sentado na sala com eles. Não posso te dizer se eles fizeram sexo ou não.”

Na verdade, durante esses dois anos em Munique, Freddie também manteve um relacionamento com o restaurateur local Winnie Kirschberger, apesar de nenhum deles falar a língua do outro.

Quaisquer que fossem seus sentimentos por Freddie, Barbara não se iludiu com sua sexualidade. Como Mary antes dela, Bárbara o amou e apoiou incondicionalmente.

Era o momento para Freddie. A estrela estava começando a sentir falta de casa. Mary finalmente completou a reforma de sua nova casa em Londres, One Garden Lodge em Kensington.

O tumultuoso relacionamento com Winnie acabou quando o novo affair em Londres, Jim Hutton, apareceu no palco. Freddie nunca se mudou para o apartamento que comprou com Barbara e voltou para a Grã-Bretanha. Ele terminou com Winnie, mas permaneceu próximo a Barbara pelo resto de sua vida. Ela voou pela última vez para vê-lo em 1990.

Em setembro de 1990, o artista deu uma última festa de aniversário, um jantar formal com 30 amigos íntimos. Entre eles estava Barbara.

Freddie morreu em novembro do ano seguinte. Bárbara foi derrotada por um derrame em 22 de fevereiro de 2002.

Comentários

Mais em Pessoas

Topo